Hospital Pitangueiras

Maternidade

Segurança da Mãe e Bebê

Após o nascimento, a segurança do binômio tem que ser zelada e, muitas vezes não é fácil controlar a exaustão, por isso todas as mães e acompanhantes recebem orientações de como ter uma estadia sem intercorrências durante sua internação por nossos profissionais.

No momento pós-parto, os recém-nascidos são presos a mãe por um sling, evitando Risco queda, principalmente no transporte para o alojamento conjunto.

Há monitoramento por câmeras 24 horas por dia e todo visitante é identificado na entrada.

Os bebês são identificados por pulseiras numeradas. As mães também recebem a pulseira de identificação.

Caso o bebês necessite de realizar algum exame, só saem do quarto acompanhados por profissionais da equipe da enfermagem e com a mãe ou acompanhante.

No momento da alta, o bebê é levado em um carrinho de transporte, sempre junto com a mão.

O bebê só será liberado, após conferência da nossa equipe de segurança.

Pulseira de identificação

No momento da internação, é gerada uma pulseira numerada para mãe e bebê, ambos com os mesmos números. Durante toda a estadia, será checado pela equipe de enfermagem a numeração.

Alojamento conjunto

A melhor maneira de uma recém-nascido começar sua vida é no alojamento conjunto, junto com o calor e carinho de sua mamãe e família.

Por conta disso que o Ministério da Saúde exige que todas as maternidades brasileiras implantem a prática.

Ciente de seu compromisso com a excelência no atendimento materno-infantil e cumprindo as determinações do Ministério da Saúde, é a maternidade do hospital Pitangueiras exerce essa pratica.

Nosso alojamento conjunto é composto por uma equipe de enfermagem qualificada no manejo do aleitamento materno e cuidados com o RN.

Também contamos com um diarista para visitas médicas dos bebê das mamães e fonoaudióloga.

Preparo para a alta, com orientação aos pais para o cuidar do recém-nascido que necessite de cuidados especiais. Cuidados sobre higiene, dieta, administração de medicamentos, curativos e uso de equipamentos médicos (quando necessário).

Risco de queda binômio

No momento da internação, nossa equipe conscientiza a mãe do risco de queda do recém-nascido e informa as barreiras de segurança.

Algumas instruções para evitar a queda como: não amamentar deitada na cama, pelo risco de exaustão a chance de dormir é muito grande e nunca deixar o bebê sozinho na cama.

Todos os quartos possui berços para acomodação segura do bebê.

Todas as mães são acompanhas pela a enfermagem para o banho pós parto e sempre que solicitar.

UtiNeo

A nossa UTI Neonatal possui infraestrutura e uma equipe multiprofissional especializada no atendimento de recém-nascidos de alto risco, gemelares ou que necessitam de cuidados especiais. Também estamos capacitados para atender bebês com problemas congênitos.

Acesso livre aos pais e incentivo a permanência no setor (UTI Neonatal) para contato direto com o seu filho(a), exceto em situações de emergência ou execução de procedimentos; Visitas de familiares e amigos na UTI Neonatal, em horário pré-definidos, para apoio aos pais;Visita do(s) irmão(s) para proporcionar o vínculo precoce. A visita é agendada com a psicóloga.

Método ?canguru?, para favorecer o contato entre o bebê e os pais e auxilia na recuperação mais rápida da criança e vinculo familiar;

Assistência ao aleitamento materno, com uma equipe especializada na assistência de mães e recém-nascidos em situações especiais, contando com fonoaudióloga.

Preparo para a alta, com orientação aos pais para o cuidar do recém-nascido que necessite de cuidados especiais. Cuidados com higiene, dieta, administração de medicamentos, curativos e uso de equipamentos médicos (quando necessário).

Higienização das mãos

Em uma avaliação simplista ? até pode parecer algo banal e corriqueiro no decorrer de nossos dias ? porém, a correta higiene das mãos (limpas, saudáveis, unhas aparadas e sem adornos) dos profissionais da saúde ? principalmente -, é o procedimento individual com maior importância para prevenir infecções cruzadas de forma interpessoal por veículos patógenos.

O que devemos entender é que o contato através das mãos é a via de transmissão mais comum para os germes. O lado bom é que a maioria deles são inofensivos para nós, mas alguns podem provocar doenças.

Visita maternidade

Sua visita é sempre uma alegria para nós!

Venha conhecer a nossa maternidade, acomodações, instalações e serviços. Temos uma equipe especialmente treinada.

Visitas: ocorrem duas vezes por mês as quintas-feiras entre os horários 14h, 15h e 16h.

Agendamento: Central de Marcação de Consultas pelo telefone 4583-1222.

Ressaltamos que nem sempre temos quartos disponíveis para mostrar durante as visitas, pois dependemos da disponibilidade de leitos vagos no dia.

Grupo de gestantes

A vivência gestacional é um período muito peculiar na vida de uma mulher, e o nascimento do filho é uma experiência única, portanto, merecem ser tratados de forma singular e especial por profissionais qualificados.

O grupo de gestantes possibilita o intercâmbio de experiências e conhecimentos, por isso é considerado a melhor forma de promover a compreensão do processo de gestação. Informações sobre as diferentes vivências devem ser trocadas entre as mulheres e os profissionais de saúde.

Todo mês tem dois grupos, as quartas-feiras a 9h e outro as segundas-feiras as 18h.

Local: CES II - Centro de Pediatria.

Rua Bom Jesus de Pirapora, 1.351 - Vianelo - Jundiaí.

Agendamento: CMC - Central de Marcação de Consultas pelo telefone 4583-1222.

O que levar para a maternidade?

Mala para a mãe:

Camisolas ou pijamas com abertura na frente para facilitar a amamentação (pelo menos três -- eles podem sujar por causa do sangramento pós-parto). Tem gente que prefere roupas confortáveis de ficar em casa, em vez de pijama, inclusive para receber as visitas.

Pelo menos 5 calcinhas grandes e confortáveis, já "testadas", de preferência as que você já está usando na gravidez. Você vai ter de usá-las com absorventes.

Chinelo ou sandália de dedo, grande para caber em pés inchados (eles incham ainda mais depois do parto).

2 - Sutiãs de amamentação: são essenciais!

Produtos de higiene pessoal: como escova, xampu, condicionador, sabonete, escova de dentes e creme dental.

Absorventes: lembre-se de que é normal ter sangramento depois do parto (tanto vaginal como cesárea).

Roupas para a saída do hospital que sejam compatíveis com a amamentação, folgadas e bem confortáveis, já que a barriga de grávida não some de um dia para o outro!

Máquina fotográfica e carregador, se você tiver equipamento fotográfico separado do celular

O uso de bicos artificiais como mamadeira e chupeta não são permitidos, todos os bebes com dificuldade de amametação são avaliados pela enfermagem e aquipe de fonoaldiologia.

A malinha do bebê.

Fraldas descartaveis, um recem nascido geralmente faz uso de 6 fraldas por dia.

Para as roupas deve-se levar em consideração a estação do ano

6 bodies ou camisas tipo pagão

6 calças com pé (mijão).

1 manta de algodão.

2 casaquinhos:de preferência com botões na frente e que não tenham que passar pela cabeça.

6 Fraldas de tecido e paninhos de boca para apoiar no ombro ao colocar o bebê para arrotar

3 pares de meias, se estiver muito frio.

Produtos de higiene: shampoo, condicionador, sabonete neutro e toalha de banho.

Recém-nascidos costumam ficar internados por 48 horas se não apresentar nenhuma intercorrencia ou dificuldade de mamar.

Lembre-se de lavar tudo antes com sabão de coco ou neutro.

Ao nascer os bebês precisam ser mantidos em temperatura mais quente, mas não exagere nos agasalhos, porque eles podem deixar seu filho desconfortável e em piores situações desidratados.

Quem pode assistir o parto?

Lei nº 11.108, de 7 de abril de 2005, garante a presença de acompanhante para mulheres em trabalho de parto, parto e pós-parto imediato nos hospitais.

Os acompanhantes tem um papel fundamental para as gestantes, principalmente no momento do trabalho de parto e no pós parto. Proporciona para a mulher segurança pois está junto com alguém próximo e confiável.

Nossa maternidade segue rigorosamente essa lei, os acompanhantes tem direito:

- A refeição durante toda a internação das mamães.

- Acompanhar o trabalho de parto.

- Assistir o parto.

Banco de leite humano

É um centro especializado no incentivo e no apoio ao aleitamento materno, com atividades de coleta, controle de qualidade e distribuição de leite humano a recém-nascidos prematuros internados.

Conta com a doação voluntária de mulheres saudáveis, que amamentam seus filhos e têm produção excedente de leite.

Todas as mamães que tem seu bebe internado na UTI neonatal, são orientadas a ordenha de alivio e ordenha para armazenar seu próprio leite. Após a coleta o leite materno é encaminhado ao banco de leite para pasteurização e ofertado os bebes.

Caso você já teve seu bebe e esta com leite materno em excesso, ligue para o banco de leite para doação:

BANCO DE LEITE HUMANO

Endereço: Avenida Henrique Andrés, 547, Vila Municipal.

Telefones: (11) 4521-7244 e 0800-178155.

Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 7h às 13h.

Visitas ao bebe e á mãe

Os horários de visita na maternidade são de acordo com a acomodação.

Se sua acomodação for enfermaria, as visitas ocorrem das 16h30min as 17h30min com limite a 2 pessoas por vezes. A idade mínima para visita é de 12 anos, exceto se for filho do casal.

Para os apartamentos das9 horas as 21 horas, com limite de 6 pessoas, sem restrição de idade.

Todas as dependências do hospital estão equipadas com álcool gel, oriente sua visita higienizar as mão antes de pegar o bebe.

Incentivo ao aleitamento materno

O melhor método de fornecer nutrientes para o crescimento e o desenvolvimento de um recém-nascido é através do aleitamento materno.

Todas as mães podem amamentar, salvo raras exceções. O aleitamento materno exclusivo é recomendado até seis meses de idade, e juntamente com alimentos complementares até os dois anos de idade ou mais.

Muitas vezes a amamentação deve ser aprendida para ser prolongada com êxito, a prática não é totalmente instintiva no ser humano.

Por isso nossa equipe de enfermagem e de fonoaudiologia são capacitadas para auxiliar nessa fase de tanto aprendizado.

O primeiro leite produzido no final da gravidez, o colostro, é recomendado pela Organização Mundial da Saúde como o alimento perfeito para o recém-nascido e deve ser iniciada na primeira hora após o nascimento. O leite humano não contém apenas nutrientes em quantidades ajustadas às necessidades nutricionais e à capacidade digestiva e metabólica da criança, contém também fatores protetores e substâncias bioativas que garantem sua saúde e o crescimento e desenvolvimento plenos.

Fotógrafos

O nascimento é um momento de muita emoção, para os pais que desejam registrar com um profissional temos algumas instruções:

- Se apresentar junto com o casal no momento da internação, avisando a recepcionista;

- Assinará um terno de conscientimento;

- Não poderá ficar como acompanhante no quarto (exceto nas acomodações de apartamento);

- Não terá direito a refeições;